Viagens

Diário de Viagem – Phuket

O motivo que nos levou a escolher Tailândia como destino dessas férias foi o sonho de conhecer a ilha de Phuket. Eu tinha visto fotos e vídeos sobre as praias e cheguei até a chorar de emoção só de pensar em estar lá (eu não deveria estar contando isso, que vergonha). Mas realmente era um sonho pra mim.

Quando chegamos na ilha já deu pra ver a beleza de dentro do avião. Eu pensava “meu Deus, não acredito que vou ver tudo isso pessoalmente!”. Sim, foi emocionante pra mim.

O vôo de Bangkok pra Phuket foi curtinho, menos de 2 horas. Foi tempo de olhar um pouco pela janela, conversar um tantinho e já tínhamos chegado.

Do aeroporto fomos pro hotel de van. Custava menos da metade do preço do taxi, então achamos que valia a pena. Valeu a pena? Sim e não. Sim, foi bem mais barato. Não porque demorou muito pra chegar.

Quando a gente estava planejando a viagem não tínhamos ideia de qual praia escolher pra ficarmos hospedados. Não dava pra saber qual era a melhor. Então fomos na sorte. Ficamos no hotel Avista, em Kata Beach.

Foi o check in mais tranquilo que já fizemos na vida. Ficamos sentadinho nos sofás confortáveis, tomando um chá gelado oferecido pelo hotel e recebemos também uma toalhinha super gelada pra a gente se refrescar do calor e limpar as mãos. Parece que esse é um costume por lá, pelo menos na zona hoteleira porque tivemos a mesma experiência em restaurantes também.

Depois curtimos o hotel, a piscina, descansamos no quarto super confortável e jantamos no próprio hotel. Uma comida super gostosa. Gostamos muito desse hotel e eu super recomendo. O café da manhã era maravilhoso, com diversas opções, uma estação de ovos, com um chef que fazia omeletes, ovos fritos, ovos pochè e tudo mais que você poderia desejar com ovos. Fora isso, os pães, doces, queijos e cereais, ainda tinham as comidas. Sim, porque na Tailândia se come comida no café da manhã, entao tinham massas orientais, arroz, legumes, saladas, essas coisas. Tudo muito gostoso. A equipe do hotel também foi muito atenciosa durante todos os dias em que estivemos por lá.

No dia seguinte, fizemos o nosso primeiro passeio. Fomos de barco (longboat) para a ilha de Phang Na Bay. Que coisa mais linda! Nossa primeira parada foi na ilha de James Bond. É lindíssimo. Muito mais do que as lentes da câmera podem captar. Um pouco movimentada com os turistas, mas mesmo assim conseguimos achar espaço pra tirar fotos.

11692576_970250713037957_49580575975559604_n

 

Dali, saímos para a canoagem em Koh Panak. Que lugar maravilhoso! Em vários momentos a gente precisou se abaixar na canoa porque ela passava por debaixo das cavernas que eram baixíssimas. Paramos um pouco por lá pra um mergulho e a água estava super quente. Era bem raso e foi esquisito porque a gente afundava na lama. Sim, era lama embaixo da água.

11667362_970256693037359_6932023481117086034_n

 

11223536_970256673037361_7292856491558235692_n

Depois fomos almoçar e andar de elefante.

Foi bem gostoso andar no elefante, mas o lugar cheirava mal. Imagine o tamanho de um cocô de elefante e você vai entender o cheiro do local. Mesmo assim, foi bem legal. Dava pra alimentar eles com bananas e eu fiquei morrendo de medo quando vi aquela tromba gigantesca em cima de mim tentando procurar por comida. Mas eles são super queridos, não dá medo não. Eu é que me assustei porque foi inesperado. Assistimos um show de elefantes e outro de macacos. Visitamos o parque, vimos e experimentamos várias frutas exóticas e voltamos pro hotel.

macaco2

No outro dia, fizemos mais um passeio. A ideia era ir conhecer a famosa praia de Maya Bay, mas isso não aconteceu. O clima não estava bom e o pessoal do tour não quis ir até lá. Fiquei muito chateada porque era o meu sonho conhecer aquela praia e pagamos pelo passeio que era mais caro, só porque ele levava no tal lugar. Depois acabamos descobrindo que nenhuma empresa estava levando os turistas à Maya Bay durante o mês de julho por causa do clima. Mas ninguém falava isso na hora de vender o tour. Eu me senti enganada e quando fui conversar com o guia ele me disse que não sabia que eles não iriam pra aquela praia, e que isso só dava pra saber na hora, olhando as condições do mar. Uma grande mentira, porque o tour não estava levando ninguém naquele mês e ele com certeza sabia já que era o guia turístico.

Enfim, depois dessa novela e chateação toda, a gente foi recompensado com uma vista linda, possivelmente a mais linda que já vi na vida. No Pileh Lagoon paramos o barco e nadamos, tiramos fotos, curtimos e tomamos até uma chuvinha deliciosa em alto mar. Foi inexplicável o sentimento de estar lá. É demais. Foi o momento que fez a viagem toda valer a pena. 
11062815_970909516305410_1978629630334638916_n

11209736_970916262971402_5263196911418483884_n

Fomos para Bamboo island depois e curtimos a praia por lá.

No outro dia, ficamos no hotel pela manhã e fomos pra praia ali perto. Choveu e voltamos pro quarto. Mais a tardinha fomos pra Patong, a cidade mais badalada dessa região. Tinham muitas opções de restaurantes e lojinhas e a vida noturna lá era bem agitada com muita gente na rua e lojas abertas até tarde. Mas estava muito cheio e eu dei graças a Deus que o meu hotel não ficava lá. A gente queria um clima mais relax, mas pra quem quer curtição lá é o lugar certo.

Jantamos uma comida maravilhosa por lá e andamos pelas lojas, tomamos sorvete e fizemos 1 hora de massagem.

No outro dia já era hora e ir embora e depois de um café da manhã delicioso, fizemos check out e demos adeus ao passeio incrível e ao país que pelo qual nos apaixonamos.

Foi tudo muito bom, muito lindo e valeu a pena.

1 Comment

  • Reply juliene 28/08/2017 at 3:08 PM

    esses passeios que tem apresentação de animais é a coisa mais bizarra que alguem pode pagar pra ver. As pessoas deveriam imaginar o que um animal desse passa pra servir de atração turistica. BIZARRO.

  • Deixe o seu comentário